Blog Produção Jr.

A importância do Plano de Negócios para a reestruturação de uma empresa

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Você verá neste artigo:

Importância do plano de negócios para a reestruturação de uma empresa

Sabe-se que transformar o trabalho em retorno financeiro, de maneira eficiente, é um desafio que as empresas buscam superar. No entanto, muitas delas, devido a um planejamento e estruturação ineficientes, acabam por não atingir suas metas e objetivos almejados. Nesse sentido, o plano de negócios surge como uma alternativa de suma importância para a reestruturação empresarial.

Em outras oportunidades, o tema “Plano de Negócios” já fora abordado neste blog sob o aspecto de criação de uma nova empresa. No entanto, a perspectiva aqui explorada é de uma empresa já em funcionamento, mas que não possui uma estruturação eficaz. Para saber mais sobre nossos artigos que se tratam do desenvolvimento de uma nova empresa, clique em Como criar uma empresa de sucesso: Plano de negócios e Entenda o passo a passo de como abrir uma empresa.

Por que o Plano de Negócios é tão importante?

O projeto de plano de negócios envolve uma análise criteriosa de todo o modelo de negócios da empresa. A partir dos dados obtidos durante esta análise, traçam-se metas, planos de ação e elabora-se um planejamento de curto, médio e/ou longo prazo do desenvolvimento e faturamento da companhia. Ou seja, em linhas gerais, o objetivo do plano de negócios é absorver, de maneira construtiva, o que era executado até então na empresa e transformar esta realidade a fim de garantir melhores resultados e uma melhor execução de todo o modelo de negócios da organização.

Vale ressaltar que um plano de negócios pode ser elaborado a partir do levantamento e análise de dados obtidos em uma pesquisa de mercado, por exemplo, quando o objetivo é a estruturação de um novo negócio.

Como analisar o status quo da empresa?

Tendo em vista uma análise completa e embasada da empresa, devem-se buscar maneiras de captar dados concretos que sirvam de insumos para projetar a reestruturação da organização. A partir disso, é necessário abordar cada uma das principais esferas que envolvem o modelo de negócios da empresa e determinar qual a melhor maneira de analisá-las.

1.Análise de Mercado

Esta é a principal esfera a ser abordada, já que, através de uma boa análise de mercado, podem-se identificar alguns pontos fundamentais para um bom funcionamento do modelo de negócios, como:

  • Por que procuram por seu produto ou serviço?
  • Quais as preferências de sua clientela?
  • Como é a atuação da concorrência?
  • Qual é o diferencial da sua empresa que faz com que os consumidores consumam o seu produto ao invés de buscar por um concorrente?
  • Quais regiões merecem maior importância na divulgação dos produtos?

Para isso, a melhor maneira de se obterem insumos sobre o nicho de mercado em que sua empresa está inserida é por meio de uma pesquisa de mercado. Saiba mais clicando em 3 motivos para fazer uma pesquisa de mercado antes do plano de negócios.

2.Marketing

Já nesse aspecto, explora-se a maneira pela qual os clientes são captados para consumir seu produto ou serviço, ou seja, o que faz o cliente chegar até sua empresa, como essa captação é realizada e como torná-la efetiva. Para encontrar essas e outras respostas, uma boa alternativa é elaborar uma Buyer persona de sua empresa.

O que é uma Buyer persona?

De maneira geral e simplificada, Buyer persona é um personagem fictício que representa um consumidor ideal da empresa; este pode ser construído a partir do levantamento de dados tais como gênero, faixa de idade, hábitos e estilo de vida do cliente. Tais dados podem ser obtidos, por exemplo, a partir da análise do perfil de pessoas que adquiriram o produto ou serviço da empresa ou até mesmo através de um questionário com perguntas-chave que colaborem para definição de uma persona mais qualificada.

Vantagem de ter uma Buyer persona de sua empresa

Com a definição desta Buyer Persona, podem-se elaborar estratégias de marketing mais eficientes, que tragam uma maior identificação do cliente com a empresa e proporcionem uma abordagem mais efetiva. Para isso, uma excelente alternativa é a realização de um Plano de Marketing. Saiba mais clicando em Plano de Marketing: o seu guia definitivo para melhor estratégia.

3.Operacional

Esta esfera envolve a análise de como é a execução do produto ou serviço comercializado. A análise envolve aspectos como a utilização de máquinas, o tempo de duração dos processos, quais processos estão envolvidos e o número de trabalhadores necessários para entregar o que os clientes esperam. Para auxiliar numa análise quantitativa do desempenho operacional da empresa, podem-se utilizar Indicadores de Desempenho. Saiba mais clicando em A importância de avaliar o desempenho de seu negócio.

4.Financeiro

Uma análise completa da empresa necessita de uma atenção especial ao aspecto financeiro: elementos como fluxo de caixa, receita e investimentos devem ser abordados de maneira detalhada para exprimir qual a situação financeira atual da empresa. Em seguida, para definir melhor o destino do dinheiro da organização, devem-se identificar possíveis pontos de má utilização dos recursos e definir quais setores merecem maior aporte de investimentos, por exemplo.

Para isso, um plano financeiro pode ser fundamental para colaboração na mudança dos rumos da empresa e garantia de melhores retornos financeiros. Saiba mais sobre clicando em 4 passos para calcular seu retorno financeiro e Saiba como um plano financeiro detalhado pode ajudar a sua empresa.

A reestruturação

Após o levantamento de todos os dados obtidos, uma das formas de se reestruturar a empresa pode ser o desenvolvimento de um Business Model Canvas-BMC, que é uma ferramenta designada para exprimir de uma maneira visual e didáticas os principais elementos que envolvem uma organização. Ele auxilia no desenvolvimento de uma visão mais clara e objetiva do negócio, como mostrado no exemplo de BMC a seguir:

Com o CMB pronto, é possível traçar, com base nas análises feitas anteriormente, planos de ações necessários de uma maneira mais assertiva e pontual.

Empresas com planos de negócios mal estruturados são muito mais propícias a enfrentarem problemas, apesar de todo esforço e dedicação a ela empenhados. Se sua empresa tem enfrentado dificuldades em superar desafios e alcançar as metas, entre em contato conosco para que possamos colaborar na mudança definitiva no futuro de sua organização.

Click here to add your own text

Click here to add your own text

Skip to content