Blog Produção Jr.

Como criar uma Empresa de Sucesso: Plano de Negócios

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Você verá neste artigo:

Como criar uma Empresa de Sucesso: Plano de Negócios

Um empreendedor pode ter uma ótima ideia, mas sem realizar um planejamento detalhado antes de entrar no mercado, sua empresa corre sérios riscos. O mesmo vale para um empresário que visa uma expansão de suas unidades. Para isso existe o Plano de Negócios. Leia a seguir para descobrir o poder dessa ferramenta e o porque ela é tão importante no ambiente empresarial.

O que é um Plano de Negócios?

Um plano de negócios é um documento que apresenta todos os passos a serem seguidos pela empresa a fim de alcançar a meta e completar os objetivos dela. Na prática, o plano de negócios é um passo-a-passo para o sucesso da empresa, no qual é levado em conta todos os pontos fortes e fracos do negócio.

Quais as vantagens de possuir um plano de negócios?

Muitos empresários acabam não sobrevivendo no mercado por se precipitarem em suas decisões enquanto seu negócio é recente. Uma base sólida é necessária para apoiar uma grande ideia. O plano de negócios delimita padrões de decisão embasados em dados tanto para o gerenciamento financeiro quanto para a estratégia de marketing e de produção. Alguns dos benefícios do plano de negócios são:

Orientação ao empreendedor a começar ou expandir seus negócios

– Estruturação dos principais pontos de observação e alternativas para um diagnóstico correto

– Contribuição ativa para obtenção de vantagens competitivas no mercado

– Instrumento de solicitação de capital de investimento junto a instituições financeiras e novos investidores

– Definição do perfil de clientes e consumidores

– Previsão investimento financeiro e definir possíveis imprevistos

– Previsão data para retorno financeiro e seu montante

– Identificação para minimizar erros durante a execução do planejamento

Conhecimento do mercado atual e do mercado futuro

Lembre-se que todos esses pontos são importantes para a qualidade do produto ou serviço entregue pela empresa a seus clientes.

Como elaborar um plano de negócios?

Para fazer o plano de negócios é importante que as seções sigam uma sequência lógica e detalhada, sem impedir que qualquer leitor entenda os objetivos, funcionamento, marketing, mercado e a situação financeira que a empresa se encontra. Dessa forma, toda a empresa pode estar alinhada com os objetivos descritos nele.

1ª Parte: Sumário executivo

O plano de negócios deve começar por seu sumário executivo, nesta parte você antecipará pontos importantes do plano sobre cada seção a ser abordada.

No sumário executivo também devem ser discorridos informações gerais sobre a empresa, como: descrição da empresa, missão, diferenciais frente à concorrência, produtos e serviços oferecidos, mercado onde atua, localização, investimento inicial, enquadramento tributário e forma jurídica.

O objetivo do sumário é fornecer uma visão geral do planejamento e interessar o leitor. Esta parte é normalmente a última a ser realizado por ser um resumo do plano de negócios.

2ª Parte: Análise de mercado

Essa é a principal seção do planejamento por te ajudar a entender o mercado no qual você pretende atuar e se há demanda para seus produtos e serviços.

Nessa parte, deve-se encontrar qual nicho do mercado você pretende atuar, e para saber como servir devidamente a esses clientes você precisa elaborar discussões sobre temas como: quem e o que está comprando, por que está comprando, qual a renda e o nível cultural de quem está comprando, onde moram e quais são seus hábitos de compra desses clientes.

Ao alcançar a resposta das perguntas você estará apto a definir de forma eficiente seu planejamento em relação aos canais de distribuição, planos de comunicação e políticas de preço.

É essencial realizar uma pesquisa de mercado da forma correta pois todos os passos seguintes dependem dela. Temos um artigo que se aprofunda no assunto aqui.

Gostaria de conhecer melhor seu mercado para tomar as melhores soluções para atingi-lo? Clique aqui para falar com a gente!

3ª Parte: Plano de marketing

Nessa etapa, acontece a definição de seus produtos e serviços, a maneira como eles se destacam entre a concorrência, e por fim explicar como funcionará os meios de divulgação da empresa. É muito importante que a empresa tenha um plano de marketing bem estruturado para abordar o cliente de maneira objetiva. Ainda que todo o andamento seja perfeito, o plano de marketing deve ser alinhado para atingir o cliente de interesse.

Também abordamos esse assunto com mais detalhes aquiPara uma abordagem personalizada para seu negócio você pode contar conosco! Entre em contato aqui.

4ª Parte: Plano operacional

Agora, você deve definir como sua empresa irá desenvolver e comercializar seus produtos e serviços. Também deve estar especificado cada processo realizado, as máquinas utilizadas, o tempo demandado e a quantidade de trabalhadores envolvida e cada etapa.

5ª Parte: Plano financeiro

Agora é a hora de definir o investimento inicial necessário para por seu plano em prática, mas para isso primeiro você deve ter concluído que se plano é viável.

Nele também deve estar presente o faturamento mínimo da empresa para que não haja prejuízo, o prazo de retorno de investimento e a lucratividade da empresa. Essa etapa é das mais importantes pois sem ela os gastos excessivos podem declarar a morte de qualquer negócio.

Para ler mais sobre o assunto acesse nosso artigo aquiSe você se interessa em planejar seus investimentos de forma a aumentar seu lucro fale com a nossa empresa aqui para podermos ajudá-lo.

Cuidados ao elaborar um Plano de Negócios

É necessária extrema atenção ao elaborar um plano de negócios, pois ele irá ditar a maneira como a empresa irá agir durante a execução de determinado projeto. Alguns cuidados são essenciais para essa perfeita elaboração.

Existem alguns erros que são comumente cometidos por boa parte dos empresários ao formularem um plano empresarial. Baseando-se nessas falhas frequentes, aqui vão alguns dos principais cuidados necessários:

– A construção do plano de negócios não deve se restringir a um modelo. A pouca originalidade pode afetar o encaixe da estratégia com a realidade da empresa.

Ser realista quanto ao tempo de execução e empenho dos funcionários. Não adianta estipular um tempo inferior ao necessário para execução de determinada etapa se essa estipulação não será próxima da realidade empresarial.

Investigação prévia todos os pontos importantes que comprometem o andamento da empresa. A dimensão de um plano de negócios é proporcional ao tempo de estudo de informações de mercado, clientes, funcionários, investimentos e retorno financeiro.

Apresentação do plano de negócios a todos os setores envolvidos. A execução do mesmo de torna muito mais sistêmica quando todos os envolvidos têm conhecimento sobre o coletivo de ações empresariais para o andamento do projeto.

Definição de pontos chaves. A garantia de consistência entre secções de execução pode ser feita estabelecendo pontos que definem a conclusão se uma etapa e o início da próxima.

Empresas com um plano de negócios mal estruturados são muito mais propícias a fracassarem e falirem. Se você sente que sua empresa precisa de um plano de negócios melhor estruturado, entre em contato conosco aqui e realizaremos uma visita grátis a sua empresa.

Skip to content