Blog Produção Jr.

Matriz SWOT: Identificando possíveis pontos de crescimento

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Matriz SWOT
Você verá neste artigo:

Matriz SWOT: Identificando possíveis pontos de crescimento

Matriz SWOT é uma ferramenta simples de análise dos ambientes externo e interno de uma organização. É muito utilizada para o planejamento estratégico por possibilitar, de forma visual, a percepção dos principais fatores nos quais se deve focar para a tomada de decisões estratégicas. 

A sigla SWOT vem de Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças), sendo conhecida no Brasil como matriz FOFA.

Por que analisar os ambientes interno e externo?

A análise interna se dá pela identificação dos pontos fracos e fortes da organização, buscando evidenciar suas qualidades e deficiências através da comparação de seus produtos/serviços com o que, e como é oferecido em seus respectivos mercados.

Tais pontos, por serem controláveis pela empresa, tornam possível a realização de ações visando aproveitar ainda mais os fortes e reparar os fracos, o que a levaria a uma melhora de sua condição em relação a seu ambiente.

Por exemplo: No caso de funcionários desqualificados, a empresa pode desenvolver treinamentos e capacitação. Ou ainda, se clientes reclamam da demora dos pedidos, seria possível buscar gargalos e criar planos de ação para resolvê-los.

Já a análise externa se dá pela identificação de ameaças e oportunidades nos macro e micro ambientes no qual a organização está inserida. Apesar de tratar fatores incontroláveis pela empresa, com uma melhor visão é possível preparar-se para possíveis danos causados pelas ameaças e aproveitar-se das oportunidades presentes no ambiente.

Como exemplo, digamos que ocorra uma grande variação na taxa de câmbio, ela pode te ajudar ou te prejudicar, e não é possível modificar este cenário. Ou ainda, se as chuvas fortes arrasarem com a produção da matéria-prima, não há o que se fazer para mudar isso.

Para entender mais como os fatores acima levam o Planejamento Estratégico a aproximar sua empresa de seus objetivos, clique aqui.

Mas no que isso vai me ajudar?

Pensando nos resultados sempre positivos da melhoria contínua, a análise SWOT serve de base para não perder oportunidades de mercado, o foco naquilo em que se é bom é fundamental para melhorar seu desempenho. E, principalmente, ela permite que suas fraquezas sejam trabalhadas e as ameaças surpresas diminuam, estando assim preparados para o ambiente futuro.

Dessa forma, a previsão é de grandes avanços em competitividade, e, com eles, aumento no lucro e crescimento da organização.

Matriz SWOT

Fonte: https://www.ignicaodigital.com.br/como-usar-analise-swot-para-avaliar-minha-equipe/

O que considerar como força ou fraqueza?

Para fazer uma análise correta de sua matriz SWOT, é necessário ser abrangente. Pensar e listar todos os principais pontos de cada área e seus processos na empresa.

As forças estão relacionadas às vantagens competitivas da empresa em relação à concorrência. Suas melhores atividades, seus melhores recursos, pensar de fato qual é sua maior vantagem comparado aos concorrentes ou mesmo o nível de satisfação dos clientes. Podem ainda ser relacionadas à união da equipe, à localização ser boa ou aos relacionamentos estratégicos.

Já as fraquezas são características da empresa que te prejudicam de alguma forma. Elas podem estar relacionadas à capacitação da mão de obra, a um erro na divulgação, a atrasos nas entregas, à demora na localização de produtos no estoque e outros.

Como estudo o ambiente externo?

Para o estudo do ambiente externo é necessário separar em micro e macro ambientes, assim identificando os fatores externos que criam obstáculos à ação estratégica da empresa (ameaças) e também àqueles que podem favorecê-la (oportunidades). Se reconhecidas a tempo, as ameaças podem ser evitadas e as oportunidades, aproveitadas.

Os fatores para a análise do macroambiente são os econômicos, sociais, culturais, demográficos, político-legais, tecnológicos e ecológicos. Já para o estudo do microambiente, ou seja, do setor ao qual a empresa está inserida, são analisados aspectos como o tamanho, as tendências e perspectivas, e comparados com a concorrência e seu posicionamento.

Quer saber mais sobre a Pesquisa de Mercado?

Como ameaças, pode-se observar a entrada de novos competidores, mudanças nas Leis, escassez da mão de obra, catástrofes naturais etc. 

Já as oportunidades podem estar ligadas a investimentos externos, alteração de algum tributo, mudanças na política econômica, ter acesso a uma nova tecnologia etc. 

Depois de listadas as quatro etapas, paramos por aí?

Não!

Após listadas as oportunidades, ameaças, forças e fraquezas, é possível complementar sua análise pela SWOT Cruzada. O objetivo é perceber os links entre as quatro etapas e formar novas estratégias de reação para cada uma delas.

Matriz SWOT

Fonte: https://www.provalore.com.br/saiba-pra-que-serve-a-swot/

  • Forças x Oportunidades: Desenvolvimento. Estratégias que usem as forças internas para obter vantagens sobre as oportunidades externas
  • Forças x Ameaças: Manutenção. Estratégias que usem as forças para evitar ameaças.
  • Fraquezas x Oportunidades: Estratégias que usem as oportunidades externas superando as fraquezas.
  • Fraquezas x Ameaças: Sobrevivência. Estratégias que minimizem as fraquezas para evitar as ameaças.

Dessa forma, é possível para a empresa que realizar a análise da Matriz SWOT perceber os pontos em que deve trabalhar, tanto para corrigi-los como para reforçá-los. E, com eles, desenvolver estratégias para aproveitar as oportunidades e evitar as ameaças.

Para entender melhor outras ferramentas para o planejamento estratégico, clique aqui. Já para compreender como o Planejamento Estratégico aproxima sua empresa de seus objetivos, clique aqui.

Para transformar seus objetivos em realidade, entre em contato conosco e peça um diagnóstico grátis.

Skip to content