Blog Produção Jr.

Cultura organizacional: o caminho para atingir os objetivos

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Você verá neste artigo:

Cultura organizacional: o caminho para atingir os objetivos

Os colaboradores de sua empresa se sentem desmotivados para realizar tarefas e a integração entre eles não funciona bem? Provavelmente a cultura organizacional é falha! 

Mas o que é cultura de uma organização? 

A cultura é o que mantém uma organização viva e trabalhando para atingir um objetivo de forma saudável. Um grupo sem uma cultura efetiva, é como uma orquestra com os melhores músicos e instrumentos, porém, tocando em sintonia divergente. Para garantir o sucesso da sua empresa, é indispensável cultivar uma cultura consciente. 

A cultura corporativa refere-se às crenças e comportamentos que determinam como os membros de uma empresa interagem no cotidiano e lidam com as tarefas que devem ser feitas. Uma forma de entender melhor a cultura, é dividindo em 2 partes: o embasamento e a prática.

Os pilares de uma cultura são os valores, propósito e visão, que tem o papel de guiar a construção da organização, pois são a sua essência. Esse é o embasamento. Todas as ações da empresa devem representar o propósito. Vamos entender melhor o porquê.

Compreenda melhor como aplicar lendo mais sobre sobre a Produção Jr. Clique aqui.

Entendendo a importância do propósito para a cultura: 

O propósito de uma organização é, basicamente,  a razão da organização existir; o seu papel e importância na sociedade. O propósito deve ser claro e alinhado com as expectativas dos stakeholders, que devem se identificar e sentir orgulho de fazer parte da organização, de alguma forma.

Todas as ações de uma companhia devem ser voltadas para construir uma cultura baseada no propósito.

Além disso, é necessário falar sobre visão e valores. Os valores se referem aos princípios de uma organização, a postura que é esperada dos colaboradores. 

A visão é uma extensão do propósito, pois define qual a perspectiva da empresa. Isso orienta as ações, pois sinaliza onde se quer chegar de uma forma mais específica, a médio prazo. 

Comumente a visão é confundida com o propósito, mas é importante ressaltar a diferença. A visão é um objetivo que se deseja atingir, um passo para estar mais perto do propósito. Já o outro, representa a vontade maior, é o que une as pessoas.

Quando esses pontos estão bem definidos, os colaboradores sabem para qual direção seguir e como traçar planos para atingir esses objetivos. Para tornar isso possível, nada mais eficaz do que realizar um plano estratégico na sua empresa. 

Entenda como traçar um plano estratégico e por quê ele aproxima sua empresa de seus objetivos, clicando aqui.

Colocando em prática:

Agora que já sabemos a importância de estabelecer um propósito, temos que pensar em como colocá-lo em prática, uma maneira de deixar as ações no dia a dia mais próximas do propósito.

Para isso, construir uma cultura orientada aos valores é o primeiro passo! Nesse sentido, as lideranças têm um papel essencial. Todos dentro de uma empresa podem ser líderes dentro do seu convívio, ocupando cargos de comando ou não. Liderar é ir além: inspirar e mostrar que, numa organização, todos os stakeholders são importantes para o seu funcionamento.

E acima de tudo, ser um líder é honrar e representar a cultura do grupo, ajudando a construí-la nas ações do dia a dia. Dessa forma, eles devem motivar todos os membros a acreditar genuinamente no propósito. Esse é o maior e melhor combustível que uma empresa pode ter para garantir membros engajados e, consequentemente, mais produtivos.

Uma equipe motivada e capacitada, trabalhando para trazer bons resultados para a organização pode ser definida como uma equipe de alta performance

Entenda melhor como chegar lá, lendo esse artigo. Clique aqui!

Um problema comum em todas as organizações: a falta de motivação

A falta de engajamento dos membros é um problema que muitas empresas enfrentam. Um colaborador desmotivado não vê sentido ou importância nas tarefas que realiza e, por fim, acaba tendo baixa produtividade

Esse problema está diretamente ligado a falta de propósito. Se um membro não enxerga sentido no seu trabalho e não sente vontade de fazê-lo, é por que ele não entendeu ou não se identifica com o propósito da organização. 

É papel do líder fazê-los entender o porquê do que fazem, e como o trabalho de cada um é importante para atingir os objetivos maiores. O que, nada mais é que construir uma cultura sólida na organização. 

Dessa forma, entender e explorar os pontos fortes e entender as fraquezas da organização é essencial. Uma ferramenta muito utilizada para isso, é a matriz SWOT, em que é possível elencar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças no ambiente onde o grupo está inserido. 

Conheça mais a fundo a matriz clicando aqui.

Se identificou com os problemas elencados nesse artigo? Entre em contato com a Produção Jr., agende um diagnóstico gratuito.

Skip to content