Blog Produção Jr.

Conheça a filosofia Just-in-time e suas vantagens para a sua empresa

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Você verá neste artigo:

[av_image src=’https://producaojr.com.br/wp-content/uploads/2019/10/lenny-kuhne-jHZ70nRk7Ns-unsplash-min-845×321.jpg’ attachment=’6034′ attachment_size=’entry_with_sidebar’ align=’center’ styling=’no-styling’ hover=’av-hover-grow’ link=” target=” caption=” font_size=” appearance=” overlay_opacity=’0.4′ overlay_color=’#000000′ overlay_text_color=’#ffffff’ animation=’no-animation’ admin_preview_bg=’rgb(241, 241, 241) none repeat scroll 0% 0%’][/av_image]

[av_one_full first min_height=” vertical_alignment=” space=” custom_margin=” margin=’0px’ padding=’0px’ border=” border_color=” radius=’0px’ background_color=” src=” background_position=’top left’ background_repeat=’no-repeat’ animation=” mobile_breaking=” mobile_display=”]

[av_textblock size=’15’ font_color=” color=” av-medium-font-size=” av-small-font-size=” av-mini-font-size=” admin_preview_bg=”]

Conheça a filosofia Just-in-time e suas vantagens para a sua empresa

A filosofia just-in-time defende a ideia de um estoque intermediário entre um estágio e outro da produção para que, caso ocorra algum imprevisto, a produção não pare. Um bom exemplo é a linha de montagem de automóveis, que numa primeira fase é colocado o eixo, na segunda acoplado o motor e na terceira se coloca as rodas. Então, se existe um estoque intermediário entre um estágio e outro não haverá paradas na produção caso ocorra algum imprevisto em uma das etapas.

Tal lógica parece interessante, não? A ideia da diminuição de riscos e a não dependência de um estágio para o outro e não ter que parar a linha de produção toda por causa de algo pontual é boa. Porém algo é problemático nessa história, o estoque, seja ele qual for, é capital PARADO!

Além disso, esses estoques podem esconder falhas de diversos níveis na linha de produção, já que cada estágio possui um estoque intermediário, e não há necessidade de se comunicar com a etapa seguinte, ou seja, a mesma não revela suas fraquezas para a empresa, assim escondendo desperdícios, e também a ineficiência de processos.

Pensando nisso, o Sistema Toyota de Produção foi criado e, com ele, o Just-in-time. Trata-se de uma filosofia que de forma resumida visa atender à demanda instantaneamente, com qualidade superior e sem desperdícios.

 

O que é o Just-in-time?

O just-in-time é um sistema de administração da produção que integra um grupo de produção elaborado ao Lean Manufacturing. Dessa forma nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes do momento certo, que é exatamente o que a tradução do termo diz: “na hora certa”. Ele também é conhecido pela sigla JIT e é considerado uma filosofia que inclui os aspectos da administração.

Quer ler mais a respeito do Lean Manufacturing? Clique aqui.

A filosofia Just-in-Time tem o objetivo de produzir a quantidade exata de um produto, de forma rápida e sem a necessidade de formação de estoques. Isso faz com que o produto chegue no seu destino no tempo correto, elimina o excesso de estoque e o desperdício, reduzindo custos decorrentes da falta de organização. Este processo exige que a gestão padronize e organize os processos e desenvolva políticas para tornar a empresa competitiva.

Quer saber mais sobre Organização de Processos? Clique aqui

Essa forma de organização tem grande impacto na cadeia produtiva, pois aloca apenas a matéria-prima na quantidade certa para um determinado produto em um determinado tempo. Tal sistema se aplica em produções sob demanda (Leia mais sobre previsão de demanda clicando aqui), de modo a evitar desperdícios, estoques desnecessários e custos extras. Para tal, sabemos que o Gerenciamento de estoques é extremamente importante. Leia mais a respeito clicando aqui.

Como surgiu?

O sistema surgiu em meados da década de 1970 no Japão e foi desenvolvido pela Toyota Motor Company. A Toyota desenvolveu assim um sistema de administração capaz de coordenar a produção com a demanda de veículos de modelos e cores diferentes com mínimo de atraso. Diante da eficiência do modelo, esse se tornou um dos principais pilares de diversas fábricas, especialmente as de carros.

Tem como um dos auxílios a técnica Kanban, que pode ser traduzida como “organização por cartões”. Esse o nome dado aos cartões usados para autorizar a produção e movimentação de itens no processo produtivo.

Nas fábricas onde o sistema é implantado o estoque de matéria-prima é o menor possível, o suficiente para suprir a demanda.

 

E como funciona na prática?

O sistema trabalha com a produção “puxada”, ou seja, os colaboradores “puxam” a tarefa quando há material e capacidade de realizá-la. Se todos os limites forem estabelecidos de maneira correta, haverá um equilíbrio entre a capacidade do time e a quantidade de demanda que ele deve produzir. Dessa forma, não há sobrecarga nem dos funcionários e nem do sistema. Além disso, não há produção em excesso e nem descarte de produtos que não serão utilizados.

Nesse modelo, os estoques são reduzidos justamente para se localizar e resolver problemas que são quase imperceptíveis quando realizados em um Sistema Clássico de Produção, que possui seus estoques intermediários gerando falta de contato entre as linhas produtivas.

 

Quais são as consequências da aplicação do Just-in-Time?

  • Aumento da pressão por solução rápida devido ao fato de não se existir mais um estoque intermediário, ou seja, se existir um problema em alguma parte da linha, toda a produção para;
  • Aumento de ações preventivas, de modo a prevenir e evitar problemas;
  • Todos trabalham com nível de comprometimento mais elevado em relação ou trabalho ou função.

Quais são as vantagens?

  • Zero defeitos: busca a alta qualidade em todos os aspectos;
  • Velocidade: rapidez na preparação de processos e produtos;
  • Estoque zero: a produção e as vendas estarem sincronizadas em fluxo contínuo;
  • Movimentação zero: evitar movimentações desnecessárias;
  • Quebra zero: evita-se retrabalhos e custos extras;
  • Lead time zero: menor tempo possível entre o início de uma atividade e sua conclusão;
  • Redução de custos: gasta-se somente com o necessário;
  • Alta performance: manter a qualidade em todos os processos da organização;
  • Flexibilidade: possibilidade de resposta diante de um problema;
  • Confiabilidade: gerada pela manutenção preventiva.

E quais são os principais requisitos?

O sistema de produção (JIT) é formado por quatro regras:

  1. Todo o trabalho deve ser altamente especificado no seu conteúdo, sequência, tempo e resultado;
  2. Toda relação cliente/fornecedor deve ser direta, com canal definido e claro para se enviar pedidos e receber respostas;
  3. Fluxo de trabalho e processos para todos os produtos e serviços deve ser simples e direto;
  4. As melhorias devem ser feitas pelo método científico com coordenação de um orientador e no nível mais baixo da organização.

Existe alguma empresa que usa?

Sim! Um bom exemplo é a Harley-Davidson Motor Company, o sucesso dela com a implementação do Just-in-time teve relação com o fato de que quando o JIT era colocado em prática, os problemas de processos não podiam mais ser ocultados pelos estoques caros que a ajudavam a atender as datas de envio, as ineficiências dos processos foram rapidamente identificadas e resolvidas. Com a implementação do sistema em seu processo produtivo, a empresa obteve resultados em maior produtividade e diminuição em 75% dos níveis de inventário. Saiba mais sobre esse case clicando aqui.

O que fazer agora?!

Agora que você já conhece melhor o Just-in-time, suas consequências e vantagens para sua empresa, é hora de agir! Entre em contato conosco clicando aqui e iremos realizar uma visita gratuita a sua empresa!
[/av_textblock]

[av_button label=’Peça seu diagnóstico gratuito’ link=’manually,http://producaojr.com.br/contato/’ link_target=” size=’x-large’ position=’center’ icon_select=’no’ icon=’ue803′ font=’entypo-fontello’ color=’theme-color’ custom_bg=’#444444′ custom_font=’#ffffff’ custom_class=” admin_preview_bg=”]

[/av_one_full][av_hr class=’default’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ av-desktop-hide=” av-medium-hide=” av-small-hide=” av-mini-hide=”]

[av_one_fifth first min_height=” vertical_alignment=’av-align-top’ space=” margin=’0px’ margin_sync=’true’ padding=’0px’ padding_sync=’true’ border=” border_color=” radius=’0px’ radius_sync=’true’ background_color=” src=” attachment=” attachment_size=” background_position=’top left’ background_repeat=’no-repeat’ animation=” mobile_breaking=” mobile_display=’av-hide-on-mobile’ custom_class=”]
[av_team_member name=” job=” src=’https://producaojr.com.br/wp-content/uploads/2019/10/Fer.jpg’ attachment=’6017′ attachment_size=’full’ image_width=” description=” font_color=” custom_title=” custom_content=” admin_preview_bg=”]
[av_team_icon title=” link=’https://www.linkedin.com/in/fernanda-martins-b65292100/’ link_target=’_blank’ icon=’ue8fc’ font=’entypo-fontello’]

[/av_team_member]
[/av_one_fifth]

[av_four_fifth min_height=” vertical_alignment=’av-align-top’ space=” margin=’0px’ margin_sync=’true’ padding=’0px’ padding_sync=’true’ border=” border_color=” radius=’0px’ radius_sync=’true’ background_color=” src=” attachment=” attachment_size=” background_position=’top left’ background_repeat=’no-repeat’ animation=” mobile_breaking=” mobile_display=” custom_class=”]
[av_team_member name=’Fernanda Martins’ job=’Assessora de Administrativo Financeiro e Consultora’ src=” attachment=” attachment_size=” image_width=” description=’Graduanda em Engenharia de Produção na UFSCar, Fernanda trabalha como Assessora de Administrativo Financeiro e Consultora na Produção Jr.’ font_color=” custom_title=” custom_content=” admin_preview_bg=”]
[av_team_icon title=” link=’https://www.linkedin.com/in/mariana-valim-756255189/’ link_target=” icon=’ue8fd’ font=’entypo-fontello’]

[/av_team_member]
[/av_four_fifth]

[av_hr class=’default’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ av-desktop-hide=” av-medium-hide=” av-small-hide=” av-mini-hide=”]

[av_hr class=’default’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ av-desktop-hide=” av-medium-hide=” av-small-hide=” av-mini-hide=”]

[av_one_full first min_height=” vertical_alignment=” space=” custom_margin=” margin=’0px’ padding=’0px’ border=” border_color=” radius=’0px’ background_color=” src=” background_position=’top left’ background_repeat=’no-repeat’ animation=” mobile_breaking=” mobile_display=”]
[av_social_share title=’Share this entry’ style=” buttons=” share_facebook=” share_twitter=” share_pinterest=” share_gplus=” share_reddit=” share_linkedin=” share_tumblr=” share_vk=” share_mail=” av-desktop-hide=” av-medium-hide=” av-small-hide=” av-mini-hide=”][/av_social_share]

[av_comments_list av-desktop-hide=” av-medium-hide=” av-small-hide=” av-mini-hide=”]
[/av_one_full]

Open chat
Skip to content